14/12
Como viajar sem perder o controle financeiro

Planejamento é palavra de ordem não somente no mundo dos negócios, mas em todos os aspectos da nossa vida. E nas férias ou feriados prolongados, viajar sem perder o controle financeiro, além de diversão é um bom descanso fugindo da rotina, significa também uma volta sem preocupações. 

Sempre que se planeja bem uma viagem, as chances de dar tudo certo são bem maiores. Do contrário, ou seja, quando na euforia da viagem as pessoas gastam mais do que têm, muitas vezes, levam pra casa na volta mais que fotos e boas lembranças. Acabam carregando dívidas. 

Por isso que, uma vez planejadas a hospedagem, as refeições, as compras e os passeios nos mínimos detalhes, a viagem é proveitosa e não acarreta despesas extras desnecessárias. Veja, então, algumas dicas pra você não ter mais que adiar seu sonho de viajar bastante sem perder o controle financeiro. 

Economizando se vai longe

Poupar um certo montante por mês é receita infalível pra viajar de forma organizada. Dependendo do destino que você deseja, nem é preciso separar muito dinheiro para realizar sua viagem do jeitinho que sonhou. 

Com uma visão de médio prazo e uma boa dose de disciplina, tudo se torna possível. 

Já pensou quanto você gasta num bom jantar em um restaurante da moda? Abrindo mão disso algumas vezes, você economiza e a sua viagem fica mais perto. E aquela peça de roupa que você quer muito mas está bem cara. Tem como deixar de comprar?

Pesquise se o hotel tem restaurante. É muito mais cômodo poder fazer as refeições onde se está hospedado. E ainda evita diversos gastos. 

Com um planejamento financeiro levado a sério, cortando alguns gastos e substituindo determinados programas por outros mais em conta, seu objetivo de viajar mais e melhor pode ser alcançado. 

Roteiro detalhado facilita acertar nas contas

Muitas vezes, o turista sabe bem pra onde quer ir, mas não se atém a descobrir:

  • Quais são as melhores acomodações da região a ser visitada?
  • Quais os passeios mais legais e quanto custam os ingressos?
  • Como serão feitos os deslocamentos e quanto vão custar?
  • Onde serão feitas as várias refeições do dia?

Aproveite o período do planejamento para fazer um roteiro detalhado, incluindo quantos dias pretende ficar, qual será a programação dia a dia, passagens se for o caso, combustível pra quem vai de carro, seguros. Não se esqueça de responder as questões que comentamos acima. Desta forma, você não terá surpresas. 

Com a ajuda da internet, hoje em dia, você pode ter facilmente todas estas informações a um clique. E elas vão orientar quanto dinheiro você terá que disponibilizar já na hora das reservas e também durante sua estadia. 

O cuidado principal nesta etapa é adaptar seu roteiro para suas reais possibilidades. Seu orçamento deve prever, ainda, certa flexibilidade para emergências. Além disso, é importante ter uma margem para ser utilizada em algum passeio imperdível que por alguma razão não estava no roteiro inicial. 

Fique sempre de olho nas promoções

Não custa nada e muitas vezes compensa. Para diminuir os custos de uma viagem, permanecer acompanhando promoções e descontos podem fazer a diferença na hora de planejar seu próximo destino de férias. Afinal, o valor que você não gastar na próxima viagem, fica em conta para a próxima, não é mesmo? 

Em certas épocas do ano, dá pra economizar bem, por exemplo, nas passagens aéreas. As empresas de viação têm prejuízos quando as aeronaves não percorrem suas rotas com capacidade máxima. Por conta disso, existem as promoções. Usar milhas também é vantajoso. 

Os sites de compras coletivas também são boa opção. Há destinos internacionais e nacionais oferecidos com bons descontos, algumas vezes, ofertando pacotes completos com passagens, acomodações e refeições inclusas. 

Percebeu como não é complicado você viajar mais vezes. Já conhecia alguma dessas dicas? Qual delas você já utilizou ou vai usar na sua próxima viagem? Comenta aqui pra gente!