11/11
5 CHECAGENS RÁPIDAS PARA FAZER ANTES DE UMA VIAGEM DE CARRO

É sempre importante ressaltar que um carro revisado é fundamental para reduzir as chances de contratempos durante uma viagem. Mas como diz o ditado, “o seguro morreu de velho”.

Por isso mesmo, não custa nada gastar alguns minutos para fazer uma checagem rápida de alguns itens básicos antes de lotar o carro com a família e a bagagem e pegar a estrada. Confira os pontos desse rápido checklist a seguir.

Óleo do motor

Fundamental para a lubrificação dos componentes internos do motor, o nível de óleo deve ser medido antes da partida, em um local nivelado.

Retire a vareta de medição, limpe-a com um pano que não solte pelos e insira novamente no seu compartimento. O óleo deve estar entre as marcações mínima e máxima. Se estiver próximo ou abaixo do mínimo, é necessário completar, tomando o cuidado para não ultrapassar a marca limite.

Líquido de arrefecimento

Também antes da primeira partida, o líquido de arrefecimento do motor deve estar entre as marcações mínima e máxima do reservatório de expansão. Os carros atuais contam com sistemas isolados, então não é normal a perda de grandes volumes de líquido.

Caso contrário, será necessário completá-lo, usando uma solução com o mesmo aditivo e água destilada, na proporção recomendada no manual do proprietário. Nada de misturar aditivos ou usar água da torneira. Depois de voltar da viagem, vale encostar o carro na oficina para investigar a perda do líquido de arrefecimento.

Líquido do lavador do para-brisa

Nada mais desagradável do que sujar o para-brisa na estrada e descobrir que o lavador está completamente seco.

O reservatório pode ser abastecido com água filtrada e complementado com um aditivo próprio para este uso. Nada de misturas caseiras com sabão ou detergente, que podem acelerar o desgaste das palhetas.

Calibragem dos pneus

A calibragem dos pneus deve ser feita com os pneus frios (logo pela manhã, antes do carro ficar exposto ao Sol, ou após três horas de inatividade do veículo).

Vale seguir a orientação que está no manual ou em etiquetas na carroceria. A pressão varia de acordo com a lotação do veículo. Alguns fabricantes chegam inclusive a sugerir calibragens para reduzir o consumo de combustível.

Bateria

Uma bateria em fim de vida útil certamente vai te deixar na mão no meio da viagem. Em alguns carros atuais, o próprio veículo mostra quando há uma falha na carga da bateria.

Nos outros, o sintoma mais claro de uma bateria ruim é a dificuldade de dar partida do motor. Neste caso, vale encostar na oficina para fazer uma checagem mais aprofundada.

 

 

 

Fonte: MotorShow